Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

POR QUE ODIAR LEGIÃO SE TORNOU UMA MODINHA BIZARRA?

Eu já desconfiava há algum tempo, mas esta manhã, navegando pelo mundo cibernético eu pude constatar de vez esta situação: virou MODINHA odiar a Legião Urbana! Eu como sempre acho que isto nada mais é do que fruto de nossa educação e valores totalmente deturpados e de uma juventude alienada.
As pessoas que pregam este ódio tem hoje entre 16 e 25 anos. São pessoas que em sua maioria nasceram após a morte do Renato Russo e, por consequência, o fim da banda, ou que tinham apenas 6 anos quando isto aconteceu. Logo, não tinham a menor consciência do que de fato significou a Legião Urbana. Não que eu seja muito mais velho, mas quando Renato Russo faleceu eu tinha uma idade que já sabia ao menos o que era música. Claro que este ódio e sua propagação não estão limitados a esta faixa etária. Toda banda terá admiradores fanáticos, admiradores circunstanciais e os questionadores de carteirinha. Mas, das bandas de rock nacional, uma das poucas, para não dizer a única, que conseguiu caminhar livremente pelo meio do rock mundial sem ganhar grandes questionamentos foi a Legião Urbana.
Ir à qualquer show de rock com camisa dessa banda nunca gerou problemas ou questionamentos. Mas acho que a geração de hoje não sabe muito bem o que é isto. Poucos ambientes são especializados em Rock. Curtir rock no mesmo barzinho que toca sertanejo é como ir assistir futebol num estádio de beisebol; você vai assistir, vai gostar, mas o lugar nunca vai ter a forma e a mesma atmosfera que um estádio próprio para isto. Então não! Grande parte desta geração só conhece rock em baladinhas de pegação que nas suas sextas contratam uma bandinha de rock “meia boca” porque o cachê é menor do que as de sertenejo e de pagode, pois não “está na moda” ouvir rock!
Outro ponto é: quais as referências de rock nacional hoje? Detonautas? Nx Zero? Pitty?(??????????) Desculpa, mas não tem! As boas e poucas bandas nacionais não chegam ao conhecimento do grande público! Muito diferente dos anos 80/90 onde ao menos 7 ou 8 bandas e cantores nacionais se destacavam neste gênero.
E por que este ódio? Letras ruins? Não acredito que seja este o ponto. A pessoa pode até não gostar do sofrimento excessivo em algumas das letras, mas daí a dizer que são ruins? Me poupe! Sonoridade da banda? Cara, a banda teve seus momentos não muito bons, mas sempre caminhou com tranquilidade pelos diversos estilos sem perder a batida. Atitude do cantor? Pior do que o outro que faz apologia às drogas?
É difícil dizer o que move esta modinha com precisão. Mas sou do tempo que músicas da Legião eram textos de vestibular. As pessoas usavam trechos para por em carta (algum jovem de hoje escreve isto?) para a namorada, namorado, amiga, amigo, sei lá mais quem. E hoje? Hoje as pessoas colocam trechos do Charlie Brown Jr (nada contra, mas não há comparações)? Então, na boa, se você não curte Legião, é um direito seu. Mas baixa a bola. Fala que não gosta e ponto. Mas falar que a banda é uma merda fica feio pra você, pois mostra que você não passa de um modinha! Mas na boa… não espero muito de uma geração cuja referência de letrista é o Marcelo D2. Falar o que depois disto? 

Comentários

  1. Como toda opinião é válida, parabéns mais uma vez pelo post. Como todos os seus muito bem explanados.
    Porém eu não colocaria a palavra ódio tão enfática. Existem pessoas que simplesmente falam merda. Isso não significa exatamente que o ódio a esta banda está implantado, até porque estou dentre a faixa etária destacada, e pelo menosminhas maigas mais, próximas (também da faixa etária destacada) gostam muito de legião; algo do tipo ter frases como status.
    Talvez usem-se em cartas Jota Quest ou Charlie Brown Jr, ou melhor, em textos no facebook (cartas existem ainda?! rsrs), concordo quanto a sua posição. Mas é impossível generalizar, já que pelo menos ao meu redor a maioria dos meus amigos amam essa citada banda! E esse cara sempre foi modelo pra muitos de nós, talvez sejamos exceção. Mas a exceção se magoa ao ler que estão entre os que seguem modinha.
    Concordo que a modinha leva muitos a seguirem ideias não tão boas. Mas concordemos, isso é mais um problema social do que exatamente do gênero musical. A crítica é mais a nossa sociedade do que ao gênero em si.

    Blog Jovens Mães

    ResponderExcluir
  2. Concordo, Bruna, que a generalização é algo perigoso. Mas não tive a intenção de dizer que todos da sua faixa etária odeiam legião. O que eu disse foi que dentro do universo de seguidores desta modinha há uma maior concentração dentro da sua faixa etária. Mas fico feliz por receber o feedback contrário e ver que existem muitas pessoas que admiram Legião dentro desta faixa etária.

    Obrigado pelo comentário e obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço a explicação e peço desculpas pela má interpretação.
      Mas como disse anteriormente, o problema é mais social do que propriamente genero musical. E isso infelizmente já está implantado na sociedade.
      Concordo que somos exceções.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas